TXkee3kP11b9iCxQNaAzgCv06fcYr0PwaUyv0L0R

Popular

Report Abuse

Contributors

Search This Blog

Arsip Blog

Follow by Email

About Us

MWp8NWNaLGp5LGR5NWJdNGF8MCAky7cowTkiwWJ5

Comments

Subcribe Now

Subscribe New Articles

Subscribe to Our Newsletter for Get Quality Updates on Your Email. It's Free!

loading...

Latest Posts

Ranger e Edge 2017 trazem avançados sistemas eletrônicos de tração

A Ford anunciou os lançamentos neste primeiro semestre da Ranger e do Edge na sua linha 2017 de veículos utilitários para o mercado brasileiro. Esses novos modelos acompanham a tendência mundial com recursos avançados de eletrônica, entre os quais se incluem a disponibilidade de sistemas de transmissão 4x4 e AWD de última geração.

A engenharia da Ford trabalhou globalmente para oferecer a melhor tecnologia com um desenvolvimento adequado a cada mercado. No Brasil, a nova Ranger e o novo Edge foram exaustivamente testados no Campo de Provas de Tatuí e em várias regiões do País.

Mas como funcionam os diferentes tipos de tração? A Ford preparou um guia para mostrar os sistemas de tração dianteira, traseira, 4x4 e AWD (All Wheel Drive), sua aplicação e vantagens em cada situação de rodagem. O objetivo é dar uma visão geral sobre esse atributo que, embora de grande importância para o desempenho na pista, não é tão conhecido pelos motoristas.

Tração 4x4

Na tração 4x4, a potência do motor é distribuída nas quatro rodas. Ela é usada em picapes e veículos off-road, como a Ford Ranger, que não por acaso tem 65% do seu volume de vendas representado pelos modelos com motor diesel e tração integral.

Os principais avanços desse sistema se devem à inclusão de recursos eletrônicos. O controle eletrônico da caixa de transferência da nova Ranger permite mudar a tração de 4x2 para 4x4 por um botão no painel com o veículo a até 120 km/h. Tem também a opção reduzida (“Low”), que aumenta a força em terreno pesado.

Tração AWD

Conhecida como tração integral inteligente, a AWD conta com sensores que monitoram as condições do veículo a cada 16 milissegundos para distribuir a energia somente onde ela é necessária, seja nas rodas dianteiras, nas traseiras ou em todas.

Disponível no crossover Edge (e em outros modelos como o EcoSport e Fusion), ela oferece um desempenho equilibrado, combinando condução suave, silenciosa e econômica na estrada com capacidade todo-terreno em situações de baixa aderência, fora de estrada ou reboque.

Tração 4x2 Dianteira e Traseira

Na tração dianteira – hoje a mais usada em carros de uso misto, como Ka, New Fiesta, Focus e parte da linha EcoSport – a força do motor é enviada às rodas dianteiras. Com o motor, a caixa de câmbio e o conjunto mecânico concentrados na parte da frente do carro, é possível diminuir o peso, melhorar a eficiência de combustível e liberar espaço na cabine para os passageiros e bagagem. O peso do motor sobre as rodas tratoras também ajuda a aumentar a aderência dos pneus na pista.

Nos esportivos e carros com motores superpotentes, como o Mustang, o ideal é usar a tração traseira. Nesse caso, a potência é enviada às rodas traseiras e permite que as dianteiras atuem somente na direção. Isso traz uma sensação de condução mais ágil e esportiva, especialmente em modelos de alto desempenho.

Alguns esportivos trazem o motor no meio, ou mesmo na parte de trás do chassi, mas a maioria dos carros desse tipo tem motor na dianteira e transmite a força para as rodas traseiras por um eixo que atravessa o automóvel, o cardã, o que melhora o equilíbrio e a estabilidade.

Fonte: Imprensa Ford

Related Posts
SHARE

Related Posts

Subscribe to get free updates

Post a Comment

Sticky